Perante o Sinédrio

Lições da Bíblia

“Quando o comandante romano percebeu que Paulo não representava nenhuma ameaça para o império, isto é, que a questão envolvia disputas internas dos judeus, ele pediu para o Sinédrio assumir o caso (At 22:30; 23:29).”1

“5. De acordo com Atos 23:1-5, como Paulo começou sua defesa perante o Sinédrio?”1

Atos (23:1-5 ARA)2: “1 Fitando Paulo os olhos no Sinédrio, disse: Varões, irmãos, tenho andado diante de Deus com toda a boa consciência até ao dia de hoje. 2 Mas o sumo sacerdote, Ananias, mandou aos que estavam perto dele que lhe batessem na boca. 3 Então, lhe disse Paulo: Deus há de ferir-te, parede branqueada! Tu estás aí sentado para julgar-me segundo a lei e, contra a lei, mandas agredir-me? 4 Os que estavam a seu lado disseram: Estás injuriando o sumo sacerdote de Deus? 5 Respondeu Paulo: Não sabia, irmãos, que ele é sumo sacerdote; porque está escrito: Não falarás mal de uma autoridade do teu povo.

“A declaração introdutória de Paulo foi recebida com uma bofetada na boca, talvez porque, como prisioneiro, sua referência a Deus parecia blasfema. Sua reação impulsiva nos dá um vislumbre de seu temperamento. Ao chamar o sumo sacerdote de ‘parede branqueada’ (At 23:3), Paulo estava ecoando as palavras de Jesus, ao condenar a hipocrisia dos fariseus (Mt 23:27). No entanto, como Paulo não sabia que estava se dirigindo ao sumo sacerdote, a possibilidade de que ele tivesse uma visão ruim não deve ser descartada.”1

  1. Leia Atos 23:6-10. Como Paulo tentou, engenhosamente, desestabilizar o processo? Complete as lacunas:

Atos (23:6-10 ARA)2: “6 Sabendo Paulo que uma parte do Sinédrio se compunha de saduceus e outra, de fariseus, exclamou: Varões, irmãos, eu sou fariseu, filho de fariseus! No tocante à esperança e à ressurreição dos mortos sou julgado! 7 Ditas estas palavras, levantou-se grande dissensão entre fariseus e saduceus, e a multidão se dividiu. 8 Pois os saduceus declaram não haver ressurreição, nem anjo, nem espírito; ao passo que os fariseus admitem todas essas coisas. 9 Houve, pois, grande vozearia. E, levantando-se alguns escribas da parte dos fariseus, contendiam, dizendo: Não achamos neste homem mal algum; e será que algum espírito ou anjo lhe tenha falado? 10 Tomando vulto a celeuma, temendo o comandante que fosse Paulo espedaçado por eles, mandou descer a guarda para que o retirassem dali e o levassem para a fortaleza.

“Sabendo Paulo que uma parte do Sinédrio se compunha de saduceus e outra, de fariseus, exclamou: Varões, irmãos, eu sou fariseu, filho de fariseus! No tocante à esperança e à ressurreição dos mortos sou julgado!” (At 23:6).

“O Sinédrio era composto de saduceus e fariseus que se opunham uns aos outros em uma série de questões; doutrina era uma delas. Os saduceus, por exemplo, cujas Escrituras incluíam apenas os primeiros cinco livros de Moisés (o Pentateuco), não acreditavam na ressurreição dos mortos (Mt 22:23-32).”1

“A declaração de Paulo (At 23:6), no entanto, foi mais do que uma tática inteligente para distrair o Sinédrio. Uma vez que o encontro com o Jesus ressuscitado na estrada de Damasco era o fundamento de sua conversão e ministério apostólico, a crença na ressurreição era a verdadeira questão pela qual ele estava sendo julgado (At 24:20, 21; 26:6-8). Nada mais podia explicar como ele havia abandonado seu antigo zelo para se tornar quem ele era naquele momento. Se Jesus não tivesse ressuscitado, seu ministério era inútil, e ele também sabia disso (1Co 15:14-17).”1

“Naquela noite, quando Paulo estava na fortaleza, o Senhor lhe apareceu, dizendo: ‘Coragem! Pois do modo por que deste testemunho a Meu respeito em Jerusalém, assim importa que também o faças em Roma’ (At 23:11). Dadas as circunstâncias, essa promessa deve ter sido significativa para Paulo. Seu desejo de pregar em Roma (At 19:21; Rm 1:13-15; 15:22-29) ainda seria realizado.”1

Quarta-feira, 12 de setembro de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. O livro de Atos dos Apóstolos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 493, jul. ago. set. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s