Tumulto no templo

Lições da Bíblia

“Tendo aceitado a sugestão dos líderes da igreja, Paulo precisou se submeter a um ritual de purificação de sete dias para participar da conclusão do voto daqueles homens (Nm 19:11-13). Ao mesmo tempo, a tradição judaica determinava que qualquer pessoa proveniente de terras gentílicas estava impura e não podia entrar no templo. Por essa razão, Paulo teve que se purificar antes de ir até os sacerdotes para avisá-los de seu processo de purificação relacionado aos nazireus (At 21:26).”1

“2. Leia Atos 21:27-36. O que aconteceu com Paulo no final de seu período de sete dias de purificação? Assinale a alternativa correta:”1

27 Quando já estavam por findar os sete dias, os judeus vindos da Ásia, tendo visto Paulo no templo, alvoroçaram todo o povo e o agarraram, 28 gritando: Israelitas, socorro! Este é o homem que por toda parte ensina todos a serem contra o povo, contra a lei e contra este lugar; ainda mais, introduziu até gregos no templo e profanou este recinto sagrado. 29 Pois, antes, tinham visto Trófimo, o efésio, em sua companhia na cidade e julgavam que Paulo o introduzira no templo. 30 Agitou-se toda a cidade, havendo concorrência do povo; e, agarrando a Paulo, arrastaram-no para fora do templo, e imediatamente foram fechadas as portas. 31 Procurando eles matá-lo, chegou ao conhecimento do comandante da força que toda a Jerusalém estava amotinada. 32 Então, este, levando logo soldados e centuriões, correu para o meio do povo. Ao verem chegar o comandante e os soldados, cessaram de espancar Paulo. 33 Aproximando-se o comandante, apoderou-se de Paulo e ordenou que fosse acorrentado com duas cadeias, perguntando quem era e o que havia feito. 34 Na multidão, uns gritavam de um modo; outros, de outro; não podendo ele, porém, saber a verdade por causa do tumulto, ordenou que Paulo fosse recolhido à fortaleza. 35 Ao chegar às escadas, foi preciso que os soldados o carregassem, por causa da violência da multidão, 36 pois a massa de povo o seguia gritando: Mata-o!

A (  ) Ele foi promovido a sacerdote.
B (  ) Ele foi preso.

Resposta sugestiva: Alternativa B.

“Seguiu-se um tumulto, causado por aqueles que incitaram a multidão contra Paulo, acusando-o de atacar os símbolos mais sagrados da religião judaica, e especialmente de ter profanado o templo. Visto que um dos companheiros de viagem de Paulo era um cristão gentio de Éfeso, chamado Trófimo (At 21:29), eles acharam que o apóstolo o havia introduzido no pátio interno do templo, onde só judeus podiam entrar. Se a acusação fosse legítima, Paulo seria culpado de um crime muito grave. Ao longo do muro que separava o pátio externo do interno, havia placas em grego e em latim advertindo os visitantes gentios a não avançarem, senão eles seriam pessoalmente responsáveis por sua própria morte.”1

“‘Pela lei judaica era crime punível com a morte uma pessoa incircuncisa entrar nos pátios internos do edifício sagrado. Paulo tinha sido visto na cidade em companhia de Trófimo, um efésio, e acharam que o tivesse trazido ao templo. Ele não havia feito isso; e, sendo ele mesmo judeu, seu ato de entrar no templo não era violação da lei. Mas, embora a acusação fosse completamente falsa, serviu para despertar o preconceito popular. E, à medida que o clamor aumentava e chegava aos pátios do templo, as multidões ali reunidas ficavam enfurecidas’ (Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, p. 407).”1

“Quando a notícia do tumulto chegou à fortaleza romana que ficava junto ao templo, o comandante romano, Cláudio Lísias (At 21:31, 32; 23:26), veio com suas tropas e resgatou Paulo antes que a multidão o matasse.”1

“Sendo alvo dos ataques, Paulo foi preso e atado com correntes enquanto o comandante tentava averiguar o que estava acontecendo. Diante dos gritos histéricos da multidão, ele ordenou que o apóstolo fosse recolhido à fortaleza.”1

“Rumores falsos deram início a esse tumulto. Por que devemos ter muito cuidado com os rumores que ouvimos ou, pior ainda, espalhamos?”1

Segunda-feira, 10 de setembro de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. O livro de Atos dos Apóstolos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 493, jul. ago. set. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s