Éfeso: Parte 2

Lições da Bíblia

“Em Éfeso, Paulo seguiu sua prática de pregar primeiramente na sinagoga. Porém, quando surgiu oposição, ele e os novos crentes se mudaram para o auditório da escola de um certo homem chamado Tirano, onde Paulo pregou diariamente por dois anos (At 19:8-10). O resumo de Lucas a respeito do ministério do apóstolo entre os efésios é que toda a província foi intensamente evangelizada (At 19:10, 26).”1

“Em Atos 19:11-20, Lucas acrescentou algumas histórias de milagres que descrevem a vitória do poder de Deus em uma cidade onde a magia e outras práticas supersticiosas eram bastante comuns. Não há dúvida de que Deus podia curar por meio de Paulo, mas pode parecer estranho para alguns o fato de que mesmo lenços e aventais tocados pelo apóstolo tinham poder de curar (At 19:12), embora isso lembre o episódio em que Jesus curou a mulher com hemorragia (Lc 8:44). As crenças supersticiosas dos efésios podem ter levado Deus a realizar milagres ‘extraordinários’, como Lucas afirma em Atos 19:11. Possivelmente esse seja um exemplo de Deus satisfazendo as necessidades das pessoas no nível de compreensão delas.”1

“Satisfeito com os resultados de sua missão em Éfeso, Paulo decidiu ir para Jerusalém (At 19:21). Lucas não explica a razão da viagem, mas sabemos, pelos escritos do próprio Paulo, que ele desejava entregar os recursos que coletara entre os crentes gentílicos para aliviar a pobreza da igreja de Jerusalém (Rm 15:25-27; 1Co 16:1-3). A partilha dos bens nos primeiros anos e uma fome severa nos dias de Cláudio empobreceram os cristãos da Judeia, e Paulo viu em sua súplica por ajuda (Gl 2:10) uma oportunidade para fortalecer tanto a confiança deles em seu apostolado quanto a unidade de uma igreja agora transcultural, apesar de saber os riscos a que estaria exposto (At 20:22, 23; Rm 15:31).”1

“2. Leia Atos 19:23-41. Qual foi o verdadeiro motivo para a oposição que Paulo sofreu em Éfeso no final de sua permanência ali?”1

Atos (19:23-41 ARA)2: “23 Por esse tempo, houve grande alvoroço acerca do Caminho. 24 Pois um ourives, chamado Demétrio, que fazia, de prata, nichos de Diana e que dava muito lucro aos artífices, 25 convocando-os juntamente com outros da mesma profissão, disse-lhes: Senhores, sabeis que deste ofício vem a nossa prosperidade 26 e estais vendo e ouvindo que não só em Éfeso, mas em quase toda a Ásia, este Paulo tem persuadido e desencaminhado muita gente, afirmando não serem deuses os que são feitos por mãos humanas. 27 Não somente há o perigo de a nossa profissão cair em descrédito, como também o de o próprio templo da grande deusa, Diana, ser estimado em nada, e ser mesmo destruída a majestade daquela que toda a Ásia e o mundo adoram. 28 Ouvindo isto, encheram-se de furor e clamavam: Grande é a Diana dos efésios! 29 Foi a cidade tomada de confusão, e todos, à uma, arremeteram para o teatro, arrebatando os macedônios Gaio e Aristarco, companheiros de Paulo. 30 Querendo este apresentar-se ao povo, não lhe permitiram os discípulos. 31 Também asiarcas, que eram amigos de Paulo, mandaram rogar-lhe que não se arriscasse indo ao teatro. 32 Uns, pois, gritavam de uma forma; outros, de outra; porque a assembléia caíra em confusão. E, na sua maior parte, nem sabiam por que motivo estavam reunidos. 33 Então, tiraram Alexandre dentre a multidão, impelindo-o os judeus para a frente. Este, acenando com a mão, queria falar ao povo. 34 Quando, porém, reconheceram que ele era judeu, todos, a uma voz, gritaram por espaço de quase duas horas: Grande é a Diana dos efésios! 35 O escrivão da cidade, tendo apaziguado o povo, disse: Senhores, efésios: quem, porventura, não sabe que a cidade de Éfeso é a guardiã do templo da grande Diana e da imagem que caiu de Júpiter? 36 Ora, não podendo isto ser contraditado, convém que vos mantenhais calmos e nada façais precipitadamente; 37 porque estes homens que aqui trouxestes não são sacrílegos, nem blasfemam contra a nossa deusa. 38 Portanto, se Demétrio e os artífices que o acompanham têm alguma queixa contra alguém, há audiências e procônsules; que se acusem uns aos outros. 39 Mas, se alguma outra coisa pleiteais, será decidida em assembléia regular. 40 Porque também corremos perigo de que, por hoje, sejamos acusados de sedição, não havendo motivo algum que possamos alegar para justificar este ajuntamento. 41 E, havendo dito isto, dissolveu a assembléia.

“A oposição tinha a ver com o culto pagão, que foi severamente ameaçado pelo ministério de Paulo. A verdadeira motivação de Demétrio foi claramente financeira, mas ele conseguiu transformá-la em uma questão religiosa, porque o templo de Ártemis (ou Diana), considerado uma das sete maravilhas do mundo antigo, estava localizado em Éfeso.”1

“Leia Atos 19:27 [‘Não somente há o perigo de a nossa profissão cair em descrédito, como também o de o próprio templo da grande deusa, Diana, ser estimado em nada, e ser mesmo destruída a majestade daquela que toda a Ásia e o mundo adoram.’]2. Observe como Demétrio conseguiu, de maneira astuta, introduzir ‘piedade’ religiosa em sua tentativa de manter o dinheiro fluindo para os artífices. Por que devemos ter cuidado para não usar a fé, ou uma pretensa piedade em relação à fé, de igual maneira?”1

Segunda-feira, 03 de setembro de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. O livro de Atos dos Apóstolos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 493, jul. ago. set. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s