Paulo em Atenas

Lições da Bíblia

“Atenas, o centro intelectual da Grécia antiga, estava literalmente entregue aos ídolos. Estátuas de mármore de pessoas e deuses estavam por toda parte, especialmente na entrada da ágora (praça pública), o centro da vida urbana. Paulo ficou tão angustiado com a idolatria dominante que mudou sua prática de ir primeiramente à sinagoga e adotou uma estratégia dupla: ele debatia semanalmente na sinagoga com judeus e gentios devotos, e diariamente em praça pública com os gregos (veja At 17:15-22).”1

“Como os atenienses estavam sempre dispostos a ouvir algo novo, alguns filósofos se interessaram pelos ensinamentos de Paulo e o convidaram a se dirigir ao Areópago, o conselho superior da cidade. Em seu discurso, Paulo não citou as Escrituras nem recapitulou a história do relacionamento de Deus com Israel, como fazia quando falava a uma audiência judaica (compare com At 13:16-41). Essa abordagem não faria muito sentido em Atenas. Em vez disso, ele apresentou algumas verdades bíblicas importantes de uma maneira que pagãos cultos pudessem entender.”1

“6. Leia Atos 17:22-31. Em seu discurso no Areópago, quais verdades sobre Deus, salvação, história e o ser humano Paulo pregou àquelas pessoas?”1

Atos (17:22-31 ARA)2: “22 Então, Paulo, levantando-se no meio do Areópago, disse: Senhores atenienses! Em tudo vos vejo acentuadamente religiosos; 23 porque, passando e observando os objetos de vosso culto, encontrei também um altar no qual está inscrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Pois esse que adorais sem conhecer é precisamente aquele que eu vos anuncio. 24 O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas. 25 Nem é servido por mãos humanas, como se de alguma coisa precisasse; pois ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais; 26 de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidos e os limites da sua habitação; 27 para buscarem a Deus se, porventura, tateando, o possam achar, bem que não está longe de cada um de nós; 28 pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como alguns dos vossos poetas têm dito: Porque dele também somos geração. 29 Sendo, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, à prata ou à pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem. 30 Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependam; 31 porquanto estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio de um varão que destinou e acreditou diante de todos, ressuscitando-o dentre os mortos.”.

“A maior parte das palavras de Paulo soaram ridículas àquele sofisticado auditório pagão, cujos conceitos sobre Deus e religião eram muito distorcidos. Não sabemos como Paulo pretendia encerrar sua mensagem, pois ele parece ter sido interrompido no momento em que se referiu ao juízo de Deus sobre o mundo por meio Daquele que Ele ressuscitara dentre os mortos (At 17:31). Essa crença entrava em conflito com dois conceitos gregos: (1) que Deus é totalmente transcendente, não tendo nenhuma relação com o mundo nem interesse nos assuntos humanos; e (2) que quando uma pessoa morre, não pode haver ressurreição. Isso ajuda a explicar por que o evangelho era uma loucura para os gregos (1Co 1:23) e por que o número de conversos em Atenas foi pequeno.”1

“No entanto, entre os que creram estavam algumas das pessoas mais influentes da sociedade ateniense, como Dionísio, membro do Areópago, e Damaris, cuja menção por nome implica que ela possuía alguma influência, se é que não fosse também membro do conselho (At 17:34).”1

“A abordagem diferente de Paulo diante do Areópago mostra sua consciência das diferenças sociais e culturais. Ele até citou um poeta pagão (At 17:28) para apresentar seu argumento. Como podemos usar diferentes métodos para alcançar pessoas diferentes?”1

Quarta-feira, 29 de agosto de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. O livro de Atos dos Apóstolos. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 493, jul. ago. set. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s