A lei e o pecado

Lições da Bíblia

“No estudo de ontem, examinamos a passagem que fala sobre a realidade universal do pecado (Rm 7:15-25). Contudo, nos versos anteriores, Paulo destacou a lei, que mostra como o pecado é predominante e mortal.”1

“2. De acordo com Romanos 7:1 a 14, qual é a relação entre a lei e o pecado? O que esses versos também declaram sobre a impossibilidade de salvação pela lei?”1

Romanos (7:1-14 ARA)2: “1 Porventura, ignorais, irmãos (pois falo aos que conhecem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem toda a sua vida? 2 Ora, a mulher casada está ligada pela lei ao marido, enquanto ele vive; mas, se o mesmo morrer, desobrigada ficará da lei conjugal. 3 De sorte que será considerada adúltera se, vivendo ainda o marido, unir-se com outro homem; porém, se morrer o marido, estará livre da lei e não será adúltera se contrair novas núpcias. 4 Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo de Cristo, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, a fim de que frutifiquemos para Deus. 5 Porque, quando vivíamos segundo a carne, as paixões pecaminosas postas em realce pela lei operavam em nossos membros, a fim de frutificarem para a morte. 6 Agora, porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra. 7 Que diremos, pois? É a lei pecado? De modo nenhum! Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás. 8 Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, despertou em mim toda sorte de concupiscência; porque, sem lei, está morto o pecado. 9 Outrora, sem a lei, eu vivia; mas, sobrevindo o preceito, reviveu o pecado, e eu morri. 10 E o mandamento que me fora para vida, verifiquei que este mesmo se me tornou para morte. 11 Porque o pecado, prevalecendo-se do mandamento, pelo mesmo mandamento, me enganou e me matou. 12 Por conseguinte, a lei é santa; e o mandamento, santo, e justo, e bom. 13 Acaso o bom se me tornou em morte? De modo nenhum! Pelo contrário, o pecado, para revelar-se como pecado, por meio de uma coisa boa, causou-me a morte, a fim de que, pelo mandamento, se mostrasse sobremaneira maligno. 14 Porque bem sabemos que a lei é espiritual; eu, todavia, sou carnal, vendido à escravidão do pecado.”.

“Dois pontos cruciais surgem nesse ensinamento de Paulo. Em primeiro lugar, a lei não é o problema. Ela é santa, justa e boa (Rm 7:12). O problema é o pecado, que leva à morte. Outro ponto é que a lei não tem poder para nos salvar do pecado nem da morte. A lei aponta esse problema. No máximo, ela o torna ainda mais aparente, mas nada oferece para resolvê-lo.”1

“Somente um leitor superficial poderia usar esses versos para argumentar que a lei, os Dez Mandamentos, foi anulada, ignorando tantos outros textos que mostram que a lei ainda é válida hoje. Esse é o oposto do argumento de Paulo. Nada do que o apóstolo escreveu nessa passagem faria sentido se a lei fosse anulada. Seu argumento funciona sob o pressuposto de que a lei ainda é válida, pois ela aponta a realidade do pecado e a resultante necessidade do evangelho. ‘Que diremos, pois? É a lei pecado? De modo nenhum! Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás’ (Rm 7:7).”1

“3. Leia com atenção Romanos 7:13. O que Paulo disse não apenas sobre a lei? Por que ela ainda é necessária? Assinale a alternativa correta:”1

Romanos (7:13 ARA)2: “Acaso o bom se me tornou em morte? De modo nenhum! Pelo contrário, o pecado, para revelar-se como pecado, por meio de uma coisa boa, causou-me a morte, a fim de que, pelo mandamento, se mostrasse sobremaneira maligno.

A.(  ) A lei é boa. Sem ela não saberíamos o que é o pecado.
B.(  ) A lei é má, pois revela o pecado, que é mau.

Resposta sugestiva: Alternativa A.

“A lei não produz morte, mas o pecado gera a morte. A lei mostra quanto o pecado é mortal. A lei é boa, na medida em que aponta o pecado. Porém, ela simplesmente não tem resposta para ele. Somente o evangelho tem. O argumento de Paulo é que, como cristãos salvos em Cristo, precisamos servir em ‘novidade de espírito’ (Rm 7:6); isto é, em um relacionamento de fé com Jesus, confiando em Seus méritos e em Sua justiça para a salvação.”1

“Sua experiência com a obediência à lei revela sua necessidade da graça de Deus?”1

Segunda-feira, 07 de maio de 2018. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Preparação para o tempo do fim. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 492, abr. maio jun. 2018. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s