Naquele tempo e agora

Lições da Bíblia

“O relacionamento de Paulo com os cristãos da Galácia nem sempre foi tão difícil e frio como tinha se tornado. Na verdade, ao refletir sobre a primeira vez em que pregou o evangelho ali, Paulo falou com entusiasmo sobre a maneira agradável pela qual eles o trataram. O que mudou essa situação?”1

“5. De acordo com Gálatas 4:13, qual evento parece ter levado Paulo a decidir pregar o evangelho na Galácia?”1

E vós sabeis que vos preguei o evangelho a primeira vez por causa de uma enfermidade física.” (Gálatas 4:13 ARA)2.

“Aparentemente, não havia sido a intenção original de Paulo pregar o evangelho na Galácia. Algum tipo de doença, entretanto, o atingiu na viagem, obrigando-o a ficar nessa região mais tempo do que o esperado ou a viajar para lá em busca de recuperação. A natureza exata da enfermidade de Paulo envolve um mistério. Alguns têm sugerido que ele tivesse contraído malária; outros (com base na referência de Paulo à disposição dos gálatas em arrancar os próprios olhos e dar-lhes a Paulo) sugerem que talvez fosse uma doença nos olhos. Sua doença também pode estar relacionada ao ‘espinho na carne’ que ele mencionou em 2 Coríntios 12:7-9.”1

“O sofrimento de Paulo  foi desagradável e se tornou uma provação para os gálatas. Numa cultura em que a doença era frequentemente vista como sinal do desagrado divino (Jo 9:1, 2; Lc 13:1-4), a enfermidade de Paulo poderia ter dado aos gálatas uma desculpa para que o rejeitassem, bem como sua mensagem. No entanto, eles o acolheram com sincera alegria. Por quê? Porque o coração deles havia sido aquecido pela pregação da cruz (Gl 3:1) e pela convicção do Espírito Santo. Que razão eles poderiam dar, então, para sua mudança de atitude?”1

“6. Por que Deus permitiu que Paulo sofresse? Como Paulo poderia ministrar aos outros quando ele mesmo estava lutando com seus próprios problemas? Rm 8:28; 2Co 4:7-12; 12:7-10”1

Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8:28 ARA)2.

“7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. 8 Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; 9 perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; 10 levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. 11 Porque nós, que vivemos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. 12 De modo que, em nós, opera a morte, mas, em vós, a vida.” (2 Coríntios 4:7-12 ARA)2.

“7 E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte. 8 Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. 9 Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. 10 Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.” (2 Coríntios 12:7-10 ARA)2.

“Qualquer que fosse a doença de Paulo, certamente foi grave. Essa enfermidade poderia ter sido facilmente usada como desculpa a fim de culpar Deus por seus problemas ou simplesmente desistir de pregar o evangelho. Paulo não fez nada disso. O apóstolo usou sua situação como oportunidade para confiar mais plenamente na graça de Deus. ‘Repetidas vezes Deus tem usado as adversidades da vida – doença, perseguição, pobreza, e mesmo desastres naturais e tragédias inexplicáveis – como ocasiões para mostrar Sua misericórdia e graça, e como meio de promover o evangelho’ (Timothy George, Galatians [Gálatas], p. 323, 324).”1

“Como permitir que as provações e os sofrimentos nos levem a depender mais do Senhor?”1

Quarta-feira, 23 de agosto de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 COSAERT, Carl. O evangelho em Gálatas. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 489, Jul. Ago. Set. 2017. Adulto, Professor.
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s