Esperança na segunda vinda

Lições da Bíblia

“3. O que os seguintes textos dizem sobre os eventos futuros?”1

1Pe 1:4 – “para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros2

1Pe 1:17 – “Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação,2

1Pe 4:5, 6 – “5 os quais hão de prestar contas àquele que é competente para julgar vivos e mortos; 6 pois, para este fim, foi o evangelho pregado também a mortos, para que, mesmo julgados na carne segundo os homens, vivam no espírito segundo Deus.2

1Pe 4:17 – “Porque a ocasião de começar o juízo pela casa de Deus é chegada; ora, se primeiro vem por nós, qual será o fim daqueles que não obedecem ao evangelho de Deus?2

2Pe 3:1-10 – “1 Amados, esta é, agora, a segunda epístola que vos escrevo; em ambas, procuro despertar com lembranças a vossa mente esclarecida, 2 para que vos recordeis das palavras que, anteriormente, foram ditas pelos santos profetas, bem como do mandamento do Senhor e Salvador, ensinado pelos vossos apóstolos, tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões 4 e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. 5 Porque, deliberadamente, esquecem que, de longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus, 6 pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em água. 7 Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios. 8 Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. 9 Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento. 10 Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas.2

“Um dos problemas críticos enfrentados pelos leitores de 1 Pedro era a perseguição. Pedro os confortou com o pensamento de que, embora sua vida se tornasse difícil por causa da perseguição, havia uma recompensa futura esperando por eles no Céu, algo que não poderia ser tirado deles. Logo no início de sua primeira epístola, ele mencionou que temos uma herança incorruptível reservada no Céu (1Pe 1:4).”1

“Pedro destacou dois acontecimentos futuros: o juízo final e a destruição do mal por meio do fogo. Em outras palavras, ele revelou que, embora os cristãos estivessem sendo perseguidos naquele momento, a justiça e o juízo seriam feitos, e eles receberiam sua recompensa eterna.”1

“O apóstolo mencionou o juízo em três ocasiões distintas (1Pe 1:17; 4:5, 6, 17). Ele afirmou que Deus, o Pai, julga todos os seres humanos de maneira imparcial, segundo suas obras (1Pe 1:17). Ele também declarou que o próprio Jesus está pronto para julgar os vivos e os mortos (1Pe 4:5). Além disso, Pedro também fez a intrigante observação de que o juízo começaria pela casa de Deus (1Pe 4:17).”1

“O apóstolo enfatizou que ‘os ímpios’ serão destruídos pelo fogo que envolverá o mundo todo (2Pe 3:7).”1

“Ele teve que lidar com problemas relacionados ao questionamento da crença na volta de Cristo (2Pe 3:1-10). O apóstolo ressaltou que a razão da ‘demora’ de Seu retorno era possibilitar que mais pessoas se arrependessem e fossem salvas. Ele destacou também que a certeza de um futuro ‘ajuste de contas’ deveria convencer todos a viver de maneira santa e irrepreensível.”1

“Portanto, por mais que o foco de Pedro estivesse no presente e na vida cristã prática, ele ainda mantinha diante de seus leitores a esperança do futuro que os aguardava. Em suma, independentemente das circunstâncias naquela ocasião, eles precisavam seguir em frente em fé e obediência.”1

“Por que devemos avançar em frente em fé e obediência, independentemente das circunstâncias?”1

Terça-feira, 20 de junho de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
_______________
1 MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.
2 BIBLÍA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s