A perseguição aos cristãos primitivos

Lições da Bíblia

“1. Leia 1 Pedro 1:65:10. Que assunto ele abordou nessas passagens bíblicas? Como seus leitores deveriam reagir diante do que estavam enfrentando? Assinale ‘V’ para verdadeiro ou ‘F’ para falso:”1

“‘Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações,’ (1 Pedro 1:6 ARA)2. ‘Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar.’ (1 Pedro 5:10 ARA)2.

A. ( ) A vida tranquila em Cristo Jesus. Eles não deveriam se preocupar, pois, com Jesus no controle, nada pode dar errado.
B. ( ) As aflições como sinal de infidelidade. Os cristãos deveriam se arrepender dos erros que provocavam o castigo divino.
C. ( ) Os sofrimentos e provações que acompanham nossa caminhada com Cristo. Eles deveriam se alegrar em sofrer pelo Mestre.

Resposta sugestiva: F; F; V.

“Nos primeiros séculos, o simples fato de ser cristão poderia resultar em morte terrível. Uma carta escrita ao imperador de Roma, Trajano, ilustra a precariedade da segurança dos cristãos primitivos. O autor da carta é Plínio; na época em que a escreveu ele era governador de Ponto e Bitínia (111-113 d.C.), duas regiões mencionadas em 1 Pedro 1:1.”1

“Plínio escreveu a Trajano, pedindo orientação sobre o que fazer com as pessoas acusadas de ser cristãs. Ele explicou que havia executado aqueles que insistiam no cristianismo. Outros diziam que, apesar de terem sido cristãos no início, haviam abandonado a fé. Plínio permitiu que esses provassem sua inocência, ordenando-lhes oferecer incenso a estátuas de Trajano e a outros deuses, além de mandá-los amaldiçoar Jesus.”1

“Adorar um imperador vivo era uma prática rara em Roma, embora na parte oriental do Império, para onde a primeira carta de Pedro foi enviada, esse ato fosse permitido e, às vezes, os imperadores até incentivavam a edificação de templos para si mesmos. Alguns templos possuíam seus próprios sacerdotes e altares, sobre os quais eram feitos os sacrifícios. Ao mandar que os cristãos mostrassem sua lealdade ao Império, oferecendo incenso e adoração a uma estátua do imperador, Plínio estava adotando uma prática muito antiga na Ásia Menor.”1

“No primeiro século, houve momentos em que os cristãos enfrentaram graves perigos apenas porque eram cristãos, especialmente nos dias dos imperadores Nero (54-68 d.C.) e Domiciano (81-96 d.C.).”1

“No entanto, a perseguição retratada em 1 Pedro tinha caráter mais local. São poucos os exemplos específicos de perseguição mencionados na carta, mas eles incluem acusações falsas (1Pe 2:12), injúrias e repreensão (1Pe 3:9; 4:14). Embora as acusações fossem graves, elas não parecem ter resultado em prisão generalizada ou morte, pelo menos naque ‘Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus.’ (1 Pedro 4:14 RA) com elementos importantes da permissiva sociedade do primeiro século, e eles poderiam sofrer por causa de suas crenças. Portanto, Pedro estava tratando de um assunto sério quando escreveu essa primeira epístola.”1

Domingo, 30 de abril de 2017. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

_______________

1MCLVER, Robert K. Apascenta as Minhas ovelhas: 1 e 2 Pedro. Lições da escola sabatina. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 488, Abr. Mai. Jun. 2017. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s