Eliú defende Deus

Lições da Bíblia

“Foram escritos muitos comentários sobre Eliú e seu discurso ao longo dos séculos. Alguns consideram suas palavras um momento decisivo na direção do diálogo. Porém, não é muito fácil perceber em que aspecto Eliú acrescentou alguma coisa tão inovadora a ponto de modificar a dinâmica do diálogo. Em vez disso, Eliú parece ter apresentado os mesmos argumentos que os outros três amigos haviam apresentado na tentativa de defender o caráter de Deus contra a acusação de injustiça em relação aos sofrimentos de Jó.”1

“3. Leia Jó 34:10-15. Quais verdades Eliú expressou nesse texto? Qual é o paralelo entre essas verdades e as palavras dos outros amigos de Jó? Embora suas palavras fossem verdadeiras, por que elas foram inapropriadas àquela situação?”1

“10 Pelo que vós, homens sensatos, escutai-me: longe de Deus o praticar ele a perversidade, e do Todo-Poderoso o cometer injustiça. 11 Pois retribui ao homem segundo as suas obras e faz que a cada um toque segundo o seu caminho. 12 Na verdade, Deus não procede maliciosamente; nem o Todo-Poderoso perverte o juízo. 13 Quem lhe entregou o governo da terra? Quem lhe confiou o universo? 14 Se Deus pensasse apenas em si mesmo e para si recolhesse o seu espírito e o seu sopro, 15 toda a carne juntamente expiraria, e o homem voltaria para o pó.” (Jó 34:10-15 ARA)2.

“Talvez o que percebemos em Eliú e nos outros três homens seja medo. Talvez eles tivessem medo de que Deus não fosse o que eles imaginavam. Eles queriam acreditar na bondade, na justiça e no poder de Deus. Portanto, o que fez Eliú senão expressar verdades sobre a bondade, a justiça e o poder de Deus?”1

Os olhos de Deus estão sobre os caminhos do homem e veem todos os seus passos. Não há trevas nem sombra assaz profunda, onde se escondam os que praticam a iniquidade” (Jó 34:21, 22).1

Eis que Deus é mui grande; contudo a ninguém despreza; é grande na força da sua compreensão. Não poupa a vida ao perverso, mas faz justiça aos aflitos. Dos justos não tira os olhos; antes, com os reis, no trono os assenta para sempre, e são exaltados” (Jó 36:5-7).1

Ao Todo-Poderoso, não o podemos alcançar; Ele é grande em poder, porém não perverte o juízo e a plenitude da justiça. Por isso, os homens O temem; Ele não olha para os que se julgam sábios” (Jó 37:23, 24).1

“Se tudo isso é verdade, então a única conclusão lógica a que podemos chegar é de que Jó estava recebendo o que merecia. O que mais poderia ser? Eliú estava tentando ‘proteger’ sua própria compreensão de Deus em face do mal tão terrível que estava acontecendo com um homem tão bom como Jó.”1

“Você já enfrentou uma situação que o fez temer por sua fé? Como você reagiu? Olhando para trás, o que poderia ter feito diferente?”1

Terça-feira, 29 de novembro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O livro de Jó. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 486, Out. Nov. Dez. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s