Mais acusações

Lições da Bíblia

“Como se já não bastasse receber um sermão de Elifaz, Jó também encarou o discurso de Bildade, que disse coisas semelhantes ao que Elifaz havia dito. Infelizmente, Bildade foi ainda mais rude e duro com Jó do que Elifaz. Imagine ir até alguém cujos filhos morreram e dizer a essa pessoa: ‘Se os seus filhos pecaram contra Deus, Ele os castigou por sua transgressão’ (Jó 8:4, New King James Version, tradução livre).”1

“Isso é irônico, pois o primeiro capítulo de Jó (1:5) deixa claro que Jó oferecia sacrifícios em favor de seus filhos exatamente por essa razão, caso eles houvessem pecado. Portanto, vemos um contraste entre a compreensão da graça, vista nas ações de Jó, e as primeiras palavras de Bildade, que revelam um legalismo duro e punitivo. Mas ainda pior é que Bildade falou dessa maneira numa tentativa de defender o caráter de Deus.”1

“1. Leia Jó 8:1-22. Qual foi o argumento de Bildade? Quanta verdade ele proferiu? Se você se esquecesse do contexto imediato e observasse apenas as opiniões expressas, encontraria algum erro nas palavras de Bildade?”1

1 Então, respondeu Bildade, o suíta: 2 Até quando falarás tais coisas? E até quando as palavras da tua boca serão qual vento impetuoso? 3 Perverteria Deus o direito ou perverteria o Todo-Poderoso a justiça? 4 Se teus filhos pecaram contra ele, também ele os lançou no poder da sua transgressão. 5 Mas, se tu buscares a Deus e ao Todo-Poderoso pedires misericórdia, 6 se fores puro e reto, ele, sem demora, despertará em teu favor e restaurará a justiça da tua morada. 7 O teu primeiro estado, na verdade, terá sido pequeno, mas o teu último crescerá sobremaneira. 8 Pois, eu te peço, pergunta agora a gerações passadas e atenta para a experiência de seus pais; 9 porque nós somos de ontem e nada sabemos; porquanto nossos dias sobre a terra são como a sombra. 10 Porventura, não te ensinarão os pais, não haverão de falar-te e do próprio entendimento não proferirão estas palavras: 11 Pode o papiro crescer sem lodo? Ou viça o junco sem água? 12 Estando ainda na sua verdura e ainda não colhidos, todavia, antes de qualquer outra erva se secam. 13 São assim as veredas de todos quantos se esquecem de Deus; e a esperança do ímpio perecerá. 14 A sua firmeza será frustrada, e a sua confiança é teia de aranha. 15 Encostar-se-á à sua casa, e ela não se manterá, agarrar-se-á a ela, e ela não ficará em pé. 16 Ele é viçoso perante o sol, e os seus renovos irrompem no seu jardim; 17 as suas raízes se entrelaçam num montão de pedras e penetram até às muralhas. 18 Mas, se Deus o arranca do seu lugar, então, este o negará, dizendo: Nunca te vi. 19 Eis em que deu a sua vida! E do pó brotarão outros. 20 Eis que Deus não rejeita ao íntegro, nem toma pela mão os malfeitores. 21 Ele te encherá a boca de riso e os teus lábios, de júbilo. 22 Teus aborrecedores se vestirão de ignomínia, e a tenda dos perversos não subsistirá.” (Jó 8:1-22 ARA).

“Quem pode encontrar algum erro no que Bildade disse? ‘Pois nós nascemos ontem e não sabemos nada. Nossos dias na Terra não passam de uma sombra’ (Jó 8:9, NVI). Essas são palavras poderosas, verdadeiras e muito bíblicas (Tg 4:14). Ou ainda, que há de errado com sua advertência de que os ímpios que colocam sua esperança em coisas terrestres e temporais estão, de fato, confiando em algo cuja firmeza é como a ‘teia de aranha’ (Jó 8:14)? Pensamento mais bíblico que esse é difícil de encontrar.”1

“Talvez o maior problema é que Bildade estava apresentando apenas um aspecto do caráter de Deus. É como estar em uma vala de um ou de outro lado da estrada. Nenhum desses lugares é onde você realmente deveria estar. Alguém pode, por exemplo, se concentrar apenas na lei, na justiça e na obediência, enquanto outra pessoa pode focalizar a graça, o perdão e a substituição. A ênfase exagerada em ambos os casos geralmente leva a uma imagem distorcida de Deus e da verdade. Vemos na fala de Bildade um problema semelhante.”1

“Devemos sempre lutar pelo equilíbrio entre lei e graça em nossa teologia e em nosso trato para com as pessoas que erram. A lei seria diminuída se estendêssemos a graça aos que caíram profundamente? Por quê?”1

Domingo, 06 de novembro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O livro de Jó. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 486, Out. Nov. Dez. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Nota: As ofertas apresentadas em forma de anúncios junto de nossas publicações são de responsabilidade da plataforma de hospedagem deste blog. Isso ocorre por termos optado pela modalidade de hospedagem gratuita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s