O que iremos ganhar?

Lições da Bíblia

“Logo após o incidente com o jovem rico, o que aconteceu?”1

Então, Lhe falou Pedro: Eis que nós tudo deixamos e Te seguimos; que será, pois, de nós (Mt 19:27)?”1

“Não há nada nessa citação que diga o que motivou a pergunta, mas ela pode facilmente ter sido feita em resposta direta ao fato de o jovem rico ter se retirado da presença de Jesus. Parece que Pedro estava deixando implícito que, diferentemente daquele homem, e de outros que haviam rejeitado Jesus ou O seguiram por algum tempo e depois O abandonaram, ele e os outros discípulos haviam deixado tudo por Jesus. Continuavam fiéis a Ele, mesmo com grande custo pessoal. Assim, a pergunta é: O que iremos ganhar com isso?”1

“A partir de nossa perspectiva hoje, poderíamos ver a pergunta como outro indicativo de como os discípulos eram duros de coração e espiritualmente vagarosos. Por outro lado, por que não fazer uma pergunta como a de Pedro? Por que ele não devia ficar pensando no que obteria seguindo Jesus?”1

“A vida é difícil, mesmo para os que têm o melhor dela. Todos estamos sujeitos a traumas, a desapontamentos, à dor de nossa existência caída. No século 19 um intelectual italiano chamado Giácomo Leopardi escreveu sobre a infelicidade geral dos seres humanos, dizendo que ‘enquanto alguém estiver sentindo a vida, estará também sentindo desprazer e dor’. A vida é frequentemente uma luta, e o bem neste mundo nem sempre compensa o mal que sofremos. Portanto, a pergunta de Pedro faz todo o sentido. Já que a vida é difícil, que vantagem temos por seguir Jesus? O que devemos esperar se fizermos o tipo de entrega que Jesus nos pede?”1

5. Como Jesus respondeu à pergunta? Mt 19:28-20:161

28 Jesus lhes respondeu: Em verdade vos digo que vós, os que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do Homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. 29 E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe [ou mulher], ou filhos, ou campos, por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais e herdará a vida eterna. 30 Porém muitos primeiros serão últimos; e os últimos, primeiros. 1 Porque o reino dos céus é semelhante a um dono de casa que saiu de madrugada para assalariar trabalhadores para a sua vinha. 2 E, tendo ajustado com os trabalhadores a um denário por dia, mandou-os para a vinha. 3 Saindo pela terceira hora, viu, na praça, outros que estavam desocupados 4 e disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e vos darei o que for justo. Eles foram. 5 Tendo saído outra vez, perto da hora sexta e da nona, procedeu da mesma forma, 6 e, saindo por volta da hora undécima, encontrou outros que estavam desocupados e perguntou-lhes: Por que estivestes aqui desocupados o dia todo? 7 Responderam-lhe: Porque ninguém nos contratou. Então, lhes disse ele: Ide também vós para a vinha. 8 Ao cair da tarde, disse o senhor da vinha ao seu administrador: Chama os trabalhadores e paga-lhes o salário, começando pelos últimos, indo até aos primeiros. 9 Vindo os da hora undécima, recebeu cada um deles um denário. 10 Ao chegarem os primeiros, pensaram que receberiam mais; porém também estes receberam um denário cada um. 11 Mas, tendo-o recebido, murmuravam contra o dono da casa, 12 dizendo: Estes últimos trabalharam apenas uma hora; contudo, os igualaste a nós, que suportamos a fadiga e o calor do dia. 13 Mas o proprietário, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço injustiça; não combinaste comigo um denário? 14 Toma o que é teu e vai-te; pois quero dar a este último tanto quanto a ti. 15 Porventura, não me é lícito fazer o que quero do que é meu? Ou são maus os teus olhos porque eu sou bom? 16 Assim, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos [porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos].” (Mateus 19:28-20:16 ARA)2.

Aos que O seguem, Jesus prometeu muitas bênçãos agora, e no futuro a vida eterna. No entanto, Ele não prometeu aos primeiros discípulos uma recompensa maior do que a dos outros discípulos, independentemente do trabalho de cada um na obra de Deus.1

“Note que Jesus não repreendeu Pedro por ser egoísta ou algo parecido. Deu-lhe primeiro uma resposta direta e, depois, contou a parábola sobre os trabalhadores e seu salário. Embora ao longo dos séculos haja surgido muita discussão a respeito do significado da parábola, o conceito básico dela é claro: receberemos de Jesus o que Ele nos prometeu.”1

“Se alguém lhe perguntasse: “O que vou ganhar seguindo Jesus?”, o que você responderia?”1

Quarta-feira, 25 de maio de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.
__________________
1 LIÇÕES da escola sabatina. O Evangelho de Mateus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 485, Abr. Mai. Jun. 2016. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s