As fronteiras das trevas

Lições da Bíblia

“Os estudantes da Bíblia ao longo dos séculos têm lutado para entender Mateus 11:12 porque as palavras que descrevem o reino e as pessoas, nesse verso, podem ser usadas em sentido positivo ou em sentido negativo. O verbo grego basmati pode significar ‘avançar energicamente’ ou ‘sofrer violência’; e a palavra grega biastes pode significar ‘homens enérgicos ou entusiastas’, ou ‘homens violentos’.”1

“Será que esse verso significa que o manso e pacífico Reino dos Céus está sofrendo violência, e que pessoas violentas o estão atacando? Ou que o reino dos Céus está avançando energicamente, em sentido positivo, e que os homens enérgicos que estão se apoderando dele são, na verdade, os seguidores de Cristo?”1

“2. Leia os textos seguintes. O que eles dizem poderia lançar alguma luz sobre a pergunta feita acima?”1

Mt 10:34 “Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada.2

Ap 5:5 “Todavia, um dos anciãos me disse: Não chores; eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos.2

Mq 2:13 “Subirá diante deles o que abre caminho; eles romperão, entrarão pela porta e sairão por ela; e o seu Rei irá adiante deles; sim, o SENHOR, à sua frente.2

Jesus não veio trazer paz, mas espada, porque temos uma luta espiritual para deixar as trevas. Jesus sofreu violência, mas venceu o pecado na cruz. Sendo nosso Rei, Ele nos guia ao Seu reino.1

“Alguns têm argumentado que a interpretação mais provável de Mateus 11:12 é aquela que aplica o uso mais comum de biazomai (geralmente positivo) e de biastes (geralmente negativo); a interpretação, então, seria a seguinte: o Reino dos Céus está avançando energicamente, com ‘santo poder e grande energia que tem feito recuar as fronteiras das trevas’; e enquanto isso está acontecendo, ‘homens violentos e ambiciosos têm tentado devastá-lo’ (D.A. Carson, The Expositor’s Bible Commentary With the New International Version: Matthew [Comentário Bíblico Expositivo com a Nova Versão Internacional: Mateus]. Grand Rapids: Zondervan, 1995; p. 266, 267).”1

“Essa interpretação parece estar em harmonia com o contexto mais amplo do evangelho de Mateus. Na verdade, ela expressa também o quadro geral da luta entre a luz e as trevas, entre Cristo e Satanás, um tema que permeia toda a Bíblia mas é tornado explícito no Novo Testamento. Há de fato uma guerra, visível e invisível, na qual todos estamos envolvidos e na qual todos escolhemos um lado. Experimentamos essa guerra todos os dias, não importa quanto compreendamos ou deixemos de compreender a respeito do que está ocorrendo. Essa é a essência de viver em meio ao grande conflito.”1

Segunda-feira, 25 de abril de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. O Evangelho de Mateus. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 485, Abr. Mai. Jun. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s