O Pentecostes

Lições da Bíblia

“Durante dez dias os seguidores de Jesus oraram, avaliaram sua experiência com Ele à luz das Escrituras, demonstraram humildade e aceitação da parte de uns para com os outros e, finalmente, permitiram que o Espírito Santo os impressionasse com a verdade. Assim como o Espírito pairou sobre a face do abismo no princípio do processo da criação, pairou também sobre cada um dos discípulos, parecendo línguas de fogo distribuídas sobre cada um deles (At 2:2, 3). Foi um novo princípio, uma nova criação.”1

“2. Leia Atos 2:5-12. Qual é o significado do que aconteceu nesse relato?Compare com Gênesis 11:1-91 “5 Ora, estavam habitando em Jerusalém judeus, homens piedosos, vindos de todas as nações debaixo do céu. 6 Quando, pois, se fez ouvir aquela voz, afluiu a multidão, que se possuiu de perplexidade, porquanto cada um os ouvia falar na sua própria língua. 7 Estavam, pois, atônitos e se admiravam, dizendo: Vede! Não são, porventura, galileus todos esses que aí estão falando? 8 E como os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna? 9 Somos partos, medos, elamitas e os naturais da Mesopotâmia, Judéia, Capadócia, Ponto e Ásia, 10 da Frígia, da Panfília, do Egito e das regiões da Líbia, nas imediações de Cirene, e romanos que aqui residem, 11 tanto judeus como prosélitos, cretenses e arábios. Como os ouvimos falar em nossas próprias línguas as grandezas de Deus? 12 Todos, atônitos e perplexos, interpelavam uns aos outros: Que quer isto dizer?” (Atos 2:5-12 ARA)2. “1 Ora, em toda a terra havia apenas uma linguagem e uma só maneira de falar. 2 Sucedeu que, partindo eles do Oriente, deram com uma planície na terra de Sinar; e habitaram ali. 3 E disseram uns aos outros: Vinde, façamos tijolos e queimemo-los bem. Os tijolos serviram-lhes de pedra, e o betume, de argamassa. 4 Disseram: Vinde, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo tope chegue até aos céus e tornemos célebre o nosso nome, para que não sejamos espalhados por toda a terra. 5 Então, desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre, que os filhos dos homens edificavam; 6 e o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm a mesma linguagem. Isto é apenas o começo; agora não haverá restrição para tudo que intentam fazer. 7 Vinde, desçamos e confundamos ali a sua linguagem, para que um não entenda a linguagem de outro. 8 Destarte, o SENHOR os dispersou dali pela superfície da terra; e cessaram de edificar a cidade. 9 Chamou-se-lhe, por isso, o nome de Babel, porque ali confundiu o SENHOR a linguagem de toda a terra e dali o SENHOR os dispersou por toda a superfície dela.” (Gênesis 11:1-9 ARA)2. “Pessoas de várias nações ouviram o evangelho na sua língua e saíram para testemunhar em sua terra. Na torre de Babel, Deus confundiu as línguas e dispersou as pessoas. No Pentecostes, Deus uniu as pessoas e promoveu a compreensão do evangelho em todas as línguas.1

“Algum tempo após o dilúvio, os habitantes da Terra decidiram construir uma torre que alcançasse os céus (Gn 11:1-9). Para impedir esse empreendimento arrogante e insensato, bem como as novas maldades que eles estavam planejando fazer (Gn 11:5, 6), Deus confundiu sua linguagem comum e os dispersou ‘pela superfície da Terra’ (Gn 11:7-9). No Pentecostes, Deus fez o oposto. Ali Ele não viu um grupo de pessoas construindo uma nova torre de Babel, mas contemplou apóstolos prontos para proclamar as boas-novas de que o mal, um dia, seria banido para sempre.”1

“Havia em Jerusalém naquele dia pessoas vindas ‘de todas as nações debaixo do céu’ (At 2:5; comparar com a dispersão na torre de Babel), e elas se ajuntaram, perplexas, à medida que cada uma delas ouvia sua própria língua sendo falada pelos discípulos (At 2:6-11).”1

“Pedro usou aquilo como oportunidade de se dirigir a elas: falou de um derramamento do Espírito Santo que prepararia as pessoas para se encontrar com Deus (At 2:17-21); enfatizou a verdadeira missão do Messias e os censurou por crucificá-Lo. Então, ‘ficaram aflitos em seu coração’ (At 2:37, NVI), e 3.000 pessoas foram batizadas, unindo-se aos discípulos (At 2:41).”

“Alguns que, sob a inspiração de Satanás, consentiram na morte de Jesus, depois, sob a influência do Espírito Santo, se converteram. O que isso nos diz sobre o poder de Deus, não só para perdoar os piores pecados, mas também para transformar os mais endurecidos corações?”1

5º dia. O poder da oração: Hoje vamos orar por milagres reais em nossa vida e no coração de nossos amigos.

Segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se pref//8ça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Rebelião e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 484, Jan. Fev. Mar. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s