Plantio e colheita

Lições da Bíblia

“O tema do grande conflito está implícito na parábola de Jesus sobre o semeador. A menção de quatro tipos de respostas à mensagem do evangelho indica que há mais do que simplesmente pessoas ‘boas’ e ‘más’ no mundo. A vida é mais complexa do que isso e, portanto, precisamos ser cuidadosos na nossa maneira de abordar os que parecem não responder ao evangelho como achamos que deveriam.”1

“2. Leia Mateus 13:3-8 e os versos 18-23. Como a realidade do grande conflito é revelada claramente nessa história?”1 “3 E de muitas coisas lhes falou por parábolas e dizia: Eis que o semeador saiu a semear. 4 E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho, e, vindo as aves, a comeram. 5 Outra parte caiu em solo rochoso, onde a terra era pouca, e logo nasceu, visto não ser profunda a terra. 6 Saindo, porém, o sol, a queimou; e, porque não tinha raiz, secou-se. 7 Outra caiu entre os espinhos, e os espinhos cresceram e a sufocaram. 8 Outra, enfim, caiu em boa terra e deu fruto: a cem, a sessenta e a trinta por um. […] 18 Atendei vós, pois, à parábola do semeador. 19 A todos os que ouvem a palavra do reino e não a compreendem, vem o maligno e arrebata o que lhes foi semeado no coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho. 20 O que foi semeado em solo rochoso, esse é o que ouve a palavra e a recebe logo, com alegria; 21 mas não tem raiz em si mesmo, sendo, antes, de pouca duração; em lhe chegando a angústia ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. 22 O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera. 23 Mas o que foi semeado em boa terra é o que ouve a palavra e a compreende; este frutifica e produz a cem, a sessenta e a trinta por um.” (Mateus 13:3-8, 18-23 ARA)2. “Todo o esforço foi feito para que a palavra de Deus germinasse, mas o inimigo astuto estava alerta para não deixar a semente se desenvolver.1

“A batalha pelas pessoas é real, e o inimigo usa tudo que pode para afastá-las da salvação. Por exemplo, no contexto da semente que cai à beira do caminho, Ellen G. White escreveu: ‘Satanás e seus anjos estão nas reuniões em que o evangelho é pregado. Enquanto anjos do Céu se esforçam para impressionar os corações com a Palavra de Deus, o inimigo está alerta para torná-la sem efeito. Com fervor comparável apenas à sua maldade, procura frustrar a obra do Espírito de Deus. Enquanto Cristo, pelo Seu amor, atrai a pessoa, Satanás procura desviar a atenção daquele que é movido a buscar o Salvador’ (Ellen G. White, Parábolas de Jesus, p. 44).”

“Alguém poderia perguntar: Por que o fazendeiro não foi mais cuidadoso, evitando desperdiçar as sementes lançadas no caminho? Por que ele não foi mais diligente e removeu as pedras? Por que ele não arrancou maior quantidade de ervas daninhas?”1

“Quando estamos lançando as sementes do evangelho, o esforço humano é sempre limitado. Precisamos semear em toda parte. Não somos juízes para determinar qual é o solo bom e o ruim. O aparecimento das ervas daninhas indica que simplesmente somos incapazes de impedir que o mal brote nos lugares mais inesperados. Somente o trabalho do Senhor da colheita sobre a terra semeada garantirá a salvação aos que aceitam a semente da Palavra. Fazemos nosso trabalho, e precisamos aprender a crer que Ele fará o dEle.”1

“Você já constatou a realidade dessa parábola? Por que, às vezes, vemos pessoas recém-batizadas saindo da igreja, ou pessoas que simplesmente não demonstram interesse nenhum?”1

Segunda-feira, 08 de fevereiro de 2016. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se pref//8ça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Rebelião e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 484, Jan. Fev. Mar. 2016. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s