Levados para o exílio

Lições da Bíblia

“6. Leia Jeremias 43:8-13. O que o Senhor disse através de Jeremias? “8 Então, veio a palavra do SENHOR a Jeremias, em Tafnes, dizendo: 9 Toma contigo pedras grandes, encaixa-as na argamassa do pavimento que está à entrada da casa de Faraó, em Tafnes, à vista de homens judeus, 10 e dize-lhes: Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel: Eis que eu mandarei vir a Nabucodonosor, rei da Babilônia, meu servo, e porei o seu trono sobre estas pedras que encaixei; ele estenderá o seu baldaquino real sobre elas. 11 Virá e ferirá a terra do Egito; quem é para a morte, para a morte; quem é para o cativeiro, para o cativeiro; e quem é para a espada, para a espada. 12 Lançará fogo às casas dos deuses do Egito e as queimará; levará cativos os ídolos e despiolhará a terra do Egito, como o pastor despiolha a sua própria veste; e sairá dali em paz. 13 Quebrará as colunas de Bete-Semes na terra do Egito e queimará as casas dos deuses do Egito.”(Jeremias 43:8-13 ARA)2. “Que, contrariamente às esperanças dos refugiados judeus, Nabucodonosor viria e atacaria o Egito.”1

“Tafnes era uma cidade na fronteira nordeste do Egito, que tinha fortificações significativas. Ali vivia grande número de colonos judeus.”1

“Nesse caso, o Senhor quis, outra vez, que Jeremias representasse simbolicamente uma profecia. Embora as palavras sejam poderosas, às vezes, quando as coisas são feitas na vida real, quando são vivenciadas diante de nós, a ideia é comunicada de maneira ainda mais forte.”1

“Não nos é dito exatamente como Jeremias devia enterrar pedras na entrada da casa de Faraó. A ideia, porém, foi clara: nem mesmo os poderosos faraós podiam competir com o Senhor, e Ele cumpriria Sua palavra precisamente como havia dito. Os refugiados que achavam que encontrariam proteção e segurança indo para o Egito estavam tão errados quanto aqueles que, como vimos, achavam que podiam encontrar proteção e segurança se o Egito fosse até eles (Jr 37:7, 8). Os deuses egípcios eram inúteis, produto de imaginação distorcida; eram abominações pagãs que mantinham o povo em abjeta ignorância da verdade. Os israelitas deveriam ter sabido, como devemos saber hoje, que a única proteção e segurança está em obedecer ao Senhor.”1

“‘Quando a abnegação se tornar parte de nossa religião, entenderemos e cumpriremos a vontade de Deus, pois nossos olhos serão ungidos com colírio, de forma que contemplaremos coisas maravilhosas em Sua lei. Veremos o caminho da obediência como o único caminho seguro. Deus considera Seu povo responsável na proporção em que a luz da verdade lhes é trazida à compreensão. Os reclamos da lei são justos e razoáveis, e, por meio da graça de Cristo, Ele espera que cumpramos Suas exigências’ (Ellen G. White, The Review and Herald, 25 de fevereiro de 1890).”1

“Pense, também, no simbolismo envolvido na volta dos israelitas para o Egito, em seu desejo de encontrar segurança. Que irônico! No sentido espiritual, de que maneiras poderíamos ser tentados a ‘voltar para o Egito’ buscando o que achamos que não podemos encontrar no Senhor?”1

Quarta-feira, 16 dezembro de 2015. Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Jeremias. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 482, Out. Nov. Dez. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s