Momentos difíceis – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Muitas vezes os pais não estão unidos no governo da família. O pai, que está com os filhos apenas pouco tempo e ignora suas peculiaridades de disposição e temperamento, é ríspido e severo. Não controla o temperamento, mas corrige com ira. A criança sabe disso, e em vez de submeter-se, o castigo enche-a de ira. A mãe permite que a falta passe uma vez sem repreensão quando de outra vez puniu duramente. As crianças nunca sabem o que esperar e são tentadas a ver até onde podem transgredir impunemente. Assim semeiam-se sementes do mal que germinarão e darão fruto” (Ellen G. White, O Lar Adventista, p. 314 e 315).1

“O lar deve ser o centro do amor mais puro e da mais elevada afeição. Paz, harmonia, afeição e felicidade devem ser perseverantemente acalentadas cada dia, até que essas preciosas virtudes habitem no coração dos que compõem a família. A planta do amor deve ser cuidadosamente alimentada; caso contrário morrerá. Todo bom princípio deve ser cultivado se quisermos que ele floresça no coração. O que Satanás planta no coração, ruins suspeitas, inveja, ciúmes, maledicência, impaciência, preconceito, egoísmo e cobiça, deve ser desarraigado. Se for permitido que essas más qualidades permaneçam no coração, produzirão frutos pelos quais muitos serão corrompidos. Oh, quantos cultivam as venenosas plantas que matam os preciosos frutos do amor e pervertem o caráter!” (p. 195, 196).1

Perguntas para discussão

“1. Leia esta citação de um artigo sobre casamento. ‘Porque não temos Sumo Sacerdote que não possa compadecer-Se das nossas fraquezas; antes, foi Ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado’ (Hb 4:15). Assim como Cristo Se colocou em nosso lugar, a fim de Se identificar melhor conosco, devemos fazer o mesmo com nosso cônjuge. Visualize toda situação ou crise não apenas da sua perspectiva, mas do ponto de vista dele. Veja como ele enxerga a situação e por que ele se sente assim. Esse princípio ameniza dificuldades. Como aplicar esse princípio a todas as áreas de potencial conflito com outras pessoas?”1

“2. Pergunte à classe: ‘A ira é sempre um pecado?’ Ouça a opinião dos alunos.”1

Sexta-feira, 07 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________

1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.

Momentos difíceis – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Assista em vídeo a discussão do tema da semana.

Estudo adicional

“Muitas vezes os pais não estão unidos no governo da família. O pai, que está com os filhos apenas pouco tempo e ignora suas peculiaridades de disposição e temperamento, é ríspido e severo. Não controla o temperamento, mas corrige com ira. A criança sabe disso, e em vez de submeter-se, o castigo enche-a de ira. A mãe permite que a falta passe uma vez sem repreensão quando de outra vez puniu duramente. As crianças nunca sabem o que esperar e são tentadas a ver até onde podem transgredir impunemente. Assim semeiam-se sementes do mal que germinarão e darão fruto” (Ellen G. White, O Lar Adventista, p. 314 e 315).1

“O lar deve ser o centro do amor mais puro e da mais elevada afeição. Paz, harmonia, afeição e felicidade devem ser perseverantemente acalentadas cada dia, até que essas preciosas virtudes habitem no coração dos que compõem a família. A planta do amor deve ser cuidadosamente alimentada; caso contrário morrerá. Todo bom princípio deve ser cultivado se quisermos que ele floresça no coração. O que Satanás planta no coração, ruins suspeitas, inveja, ciúmes, maledicência, impaciência, preconceito, egoísmo e cobiça, deve ser desarraigado. Se for permitido que essas más qualidades permaneçam no coração, produzirão frutos pelos quais muitos serão corrompidos. Oh, quantos cultivam as venenosas plantas que matam os preciosos frutos do amor e pervertem o caráter!” (p. 195, 196).1

Perguntas para discussão

“1. Leia esta citação de um artigo sobre casamento. ‘Porque não temos Sumo Sacerdote que não possa compadecer-Se das nossas fraquezas; antes, foi Ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado’ (Hb 4:15). Assim como Cristo Se colocou em nosso lugar, a fim de Se identificar melhor conosco, devemos fazer o mesmo com nosso cônjuge. Visualize toda situação ou crise não apenas da sua perspectiva, mas do ponto de vista dele. Veja como ele enxerga a situação e por que ele se sente assim. Esse princípio ameniza dificuldades. Como aplicar esse princípio a todas as áreas de potencial conflito com outras pessoas?”1

“2. Pergunte à classe: ‘A ira é sempre um pecado?’ Ouça a opinião dos alunos.”1

Sexta-feira, 07 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.
2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Momentos difíceis

Lições da Bíblia

“Irai-vos e não pequeis; não se ponha o Sol sobre a vossa ira” (Ef 4:26).

“Até o melhor dos lares enfrenta momentos de luta e de conflito. Esse é apenas um dos fatos da vida em um mundo caído. Coisas simples, como quem deve recolher o lixo da casa e descartá-lo; se os filhos terminaram a lição de casa; ou se eles realizaram suas tarefas domésticas, são questões incômodas, mas relativamente menos importantes, e geralmente podem ser resolvidas com o mínimo de transtorno. Entretanto, outras questões ameaçam desestabilizar a vida familiar. A sogra cujo abuso e manipulação ameaçam destruir o casamento e a saúde de uma mulher; o pai com doença mental que abusa de seus filhos; o filho que abandona toda a sua formação religiosa para se entregar a um estilo de vida promíscuo; ou a filha que se torna dependente de drogas.”1

“Repetidamente, no Novo Testamento, somos ordenados a amar uns aos outros (Jo 13:34; Rm 12:10), a viver em paz e harmonia uns com os outros (Rm 15:5; Hb 12:14), a ser pacientes, bondosos e compassivos (1Co 13:4), a considerar os outros superiores a nós mesmos (Fp 2:3), a perdoar as pessoas e a suportar os fardos uns dos outros (Ef 4:2; Gl 6:2). Evidentemente, é mais fácil dizer do que fazer tudo isso, mesmo com nossos familiares. Nesta lição, examinaremos algumas maneiras de abrandar os momentos difíceis, especialmente na família.”1

Sábado, 01 de junho de 2019. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Estações da vida. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 496, abr. maio. jun. 2019. Adulto, Professor.