Outras lições do Mestre dos mestres – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Texto de Ellen G. White, Caminho a Cristo, p. 57-65 (“O Teste da Obediência”).1

“Ellen White declarou (entre outras coisas) que, quando realmente aceitarmos o Mestre dos mestres, ‘teremos o desejo de refletir Sua imagem, possuir Seu Espírito, fazer Sua vontade e agradá-Lo em todas as coisas’. Na companhia de Jesus Cristo, o dever ‘torna-se um deleite’ (Caminho a Cristo, p. 58, 59). Nos capítulos 5 a 7 de Mateus encontramos o Sermão do Monte, um dos melhores resumos do que o Mestre desejava que Seus discípulos conhecessem, e a tônica do reino que Ele veio estabelecer.”1

Perguntas para consideração

“1. Como Deus Se dirigiu a Adão e Eva, e também a Jacó, assim Jesus Se dirige a nós. Ele Se conecta com nossos anseios profundos e nos desperta (como fez a Bartimeu) para que reconsideremos quem somos e para onde estamos indo. Diante disso, pense em como ensinamos a Bíblia a nossos filhos e uns aos outros. Qual é a diferença entre o ensino medíocre da Bíblia e o ensino convincente, que realmente faz a diferença?”1

“2. Onde você está na jornada da vida? Essa questão é puramente pessoal ou pode ser útil discuti-la com pessoas em quem você confia? O conceito da igreja como o ‘corpo de Cristo’ (1Co 12:27) sugere que conversar com outras pessoas pode ser uma forma de entrar em contato com o que Cristo deseja que você saiba?”1

“3. Assim que Bartimeu pôde ver – logo que ele foi resgatado de sua cegueira física (e espiritual) – ele seguiu Jesus no caminho para Jerusalém. Nessa estrada, ele ouvia todos os dias a sabedoria do Mestre dos mestres. Podemos imaginar que ele desejasse refletir a imagem de Jesus, possuir Seu Espírito e fazer Sua vontade. Por que alguém se ‘deleitaria’, como lemos no livro Caminho a Cristo, em seguir um padrão tão alto quanto o que Jesus defendeu no Sermão do Monte?”1

“4. Como discernimos entre o bem e o mal? Por que o que fazemos com esse conhecimento talvez seja ainda mais importante do que ter essa consciência em si?”1

Sexta-feira, 06 de novembro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

Leia o livro A Maior Esperança,
baixe o seu exemplar gratuitamente

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 
2 BÍBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

Outras lições do Mestre dos mestres

Lições da Bíblia

“Então, Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E imediatamente tornou a ver e seguia a Jesus estrada fora” (Mc 10:52).1

“Quem de nós nunca teve vergonha de si mesmo? Muitos já fizeram coisas que os levaram a recuar horrorizados ao imaginar que outras pessoas pudessem ficar sabendo desses atos. Provavelmente todos nós já tenhamos passado por isso, não é mesmo?”1

“Imagine, então, como foi estar na situação de Adão e Eva depois que eles comeram do fruto da árvore proibida. Ou quando Jacó enganou seu pai para que ele o favorecesse em detrimento de seu irmão mais velho, tendo depois que fugir da ira de seu irmão. Como ele dormiu à noite? E imagine que você fosse a mulher “apanhada em flagrante adultério” (Jo 8:4). Davi também passou por isso, e o Salmo 32 foi sua dolorosa expressão e confissão de como tinha sido a sua experiência.”1

“Por isso, o evangelho é universal, e a morte de Cristo foi em favor de toda a humanidade. Sejam quais forem as nossas diferenças, certamente uma coisa nos une: nossa natureza pecaminosa.”1

“Portanto, a verdadeira educação cristã deve nos mostrar a única solução para nossa situação bastante trágica: o Mestre dos mestres, tema que estudaremos nesta semana.”1

Sábado, 31 de outubro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

Leia o livro A Maior Esperança,
baixe o seu exemplar gratuitamente

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 

Jesus como Mestre dos mestres – Estudo adicional

Lições da Bíblia

Texto de Ellen G. White: Educação, p. 73-83 (“O Mestre enviado por Deus”).

“Todo verdadeiro trabalho educativo centraliza-se no Mestre enviado por Deus. De Sua obra hoje, exatamente como da que estabeleceu há mil e oitocentos anos*, o Salvador fala […]. ‘Eu Sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim’ (Ap 1:17, 18; 21:6). Na presença de um Mestre assim, e de oportunidades como essas para educação divina, é mais que insensatez procurar educação fora Dele. É inútil procurar ser sábio distante da Sabedoria, querer ser verdadeiro ao mesmo tempo em que se rejeita a Verdade, procurar iluminação fora da Luz e existência sem a Vida; enfim, deixar o Manancial de água viva e cavar cisternas rachadas que não retêm água. […] ‘Se alguém tem sede, venha a Mim e beba. Quem crer em Mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva’. ‘A água que Eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna’” (Jo 7:37, 38; 4:14; Ellen G. White, Educação, p. 83).1

“Caro professor, […]. Como o mais elevado preparo para o seu trabalho, indico-lhe as palavras, a vida e os métodos do Príncipe dos professores. Convido-o a considerá-Lo. Nele está seu verdadeiro ideal. Contemple-O e gaste tempo meditando nisso, até que o Espírito do Mestre divino tome posse de seu coração e de sua vida. ‘Refletindo, como um espelho, a glória do Senhor’, você será transformado ‘na Sua própria imagem’ (2Co 3:18).”1

“Esse é o segredo do poder sobre seus alunos. Reflita Jesus” (­Educação, p. 282).1

*Esta declaração foi publicada em 1903.

Perguntas para consideração

“1. Quais valores e ações são importantes para os professores e alunos que levam a sério a ideia de aprender com a encarnação do Mestre dos mestres?”1

“2. Pais e professores cristãos têm um alto padrão – refletir o caráter de Deus, revelado na encarnação de Jesus. O que devemos fazer quando não atingimos esse padrão?”1

“3. O que o nascimento, a vida e a morte de Jesus nos ensinam sobre o caráter de Deus? Por que isso é tão reconfortante para nós, especialmente em tempos de grandes provações?”1

Sexta-feira, 30 de outubro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 

Jesus como Mestre dos mestres

Lições da Bíblia

“Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, Ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo” (2Co 4:6).1

“Certa vez, Billy Graham contou a história de quando foi visitar soldados em um hospital de campanha, sendo conduzido pelo general daqueles homens. Um jovem soldado ‘estava tão mutilado que permanecia deitado de bruços em uma engenhoca de lona e aço’. Um médico sussurrou para Graham: ‘Duvido que ele volte a andar’. O soldado fez um pedido ao general: ‘Senhor, […], eu lutei por você, mas nunca o vi. Posso ver seu rosto?’. Então, o general se abaixou, deslizou por baixo da engenhoca de lona e aço e conversou com o soldado. Enquanto Graham observava, uma lágrima caiu do soldado na face do general.”1

“À época do nascimento de Jesus, a humanidade estava mutilada e ensanguentada, necessitando de uma visão curativa de Deus. É como se a humanidade implorasse: ‘Ó, Deus, poderíamos ver o Teu rosto?’. Ao enviar Seu Filho a este planeta, o Pai enviou o Mestre dos mestres em uma missão: mostrar Seu rosto à humanidade. Desde então, temos o maravilhoso privilégio de contemplar ‘o conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo’ (2Co 4:6).”1

“Ao observarmos o Mestre dos mestres vir à Terra, o que aprendemos com Ele?”1

Sábado, 24 de outubro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Educação e redenção. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 502, out. nov. dez. 2020. Adulto, Professor. 

Jesus, o mestre por excelência

Lições da Bíblia

E muito se maravilhavam da Sua doutrina, porque a Sua palavra era com autoridade” (Lc 4:32).1

“‘Quando Cristo veio à Terra, a humanidade parecia estar rapidamente atingindo seu ponto mais degradante. Os próprios fundamentos da sociedade estavam desarraigados. A vida se tornara falsa e artificial. […] Desgostosos com as fábulas e falsidades, e procurando abafar o pensamento, os homens volviam à incredulidade e ao materialismo. Deixando de contar com a eternidade, viviam para o presente.’

[…]

‘Como deixassem de admitir as coisas divinas, deixaram de tomar em consideração as humanas. Verdade, honra, integridade, confiança, compaixão, estavam abandonando a Terra. Ganância implacável e ambição absorvente davam origem a uma desconfiança universal. A ideia do dever, da obrigação da força para com a fraqueza, da dignidade e direitos humanos, era posta de lado como um sonho ou uma fábula. Pessoas do povo comum eram consideradas bestas de carga, ou instrumentos e degraus para que subissem os ambiciosos. Riqueza e poderio, comodidade e condescendência própria, eram procurados como o melhor dos bens. Caracterizavam a época a degenerescência física, o torpor mental e a morte espiritual’ (Ellen G. White, Educação, p. 74, 75).”1

“Tendo em conta esse contexto, podemos entender melhor por que Jesus ensinou as coisas que ensinou.”1

Hoje é o dia de começar a orar pelas pessoas que receberão de você um livro Viva com Esperança. Organize momentos especiais de oração em sua igreja.

Participe do projeto “Reavivados por Sua Palavra”: acesse o site http://reavivadosporsuapalavra.org/

Sábado, 23 de maio de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. O evangelho de Lucas. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 480, Abr. Mai. Jun. 2015. Adulto, Professor.