Da arrogância à destruição – Estudo adicional

Lições da Bíblia

“Grandes banquetes eram comuns nas cortes do mundo antigo. Os reis gostavam de dar festas extravagantes para mostrar sua grandeza. Embora não conheçamos os detalhes desse banquete em particular, sabemos que ele aconteceu quando o exército medo-persa estava pronto para atacar Babilônia. Mas, humanamente falando, não havia motivo para preocupação. Babilônia tinha muros fortificados, estoque de comida para muitos anos e muita água, pois o rio Eufrates fluía pelo centro da cidade. O rei Belsazar não viu problema em fazer uma festa enquanto o inimigo rodeava a cidade. Ele ordenou uma celebração importante, que logo se degenerou em orgia. Quanta arrogância humana, em contraste com o poder divino! Por meio de Daniel, Deus disse ao rei que, apesar das oportunidades que ele tivera para descobrir a verdade, ele não havia glorificado o Senhor, em cuja mão estava a vida dele e todos os seus caminhos (Dn 5:23).”1

“A história das nações fala a nós hoje. Deus tem designado um lugar em Seu grande plano para cada nação e cada indivíduo. Homens e nações estão sendo hoje postos à prova pelo prumo na mão Daquele que não erra. Todos estão por sua própria escolha decidindo seu destino, e Deus está superintendendo tudo para a realização dos Seus propósitos” (Ellen G. White, Profetas e Reis, p. 536).1

Perguntas para discussão

“1. De quais maneiras a sociedade e a cultura profanam a verdade de Deus? Como deveríamos, como igreja e como indivíduos, reagir a essas profanações?”1

“2. O que é mais importante: o que sabemos ou nossa reação ao que sabemos? (Dn 5:22).”1

“3. Quais princípios espirituais encontramos em Daniel 5:23? Como o texto nos adverte sobre a oposição a Deus? O que o texto revela sobre o Deus criador e mantenedor?”1

“4. Mesmo sem saber o sentido das palavras, Belsazar ficou assustado (Dn 5:6). O que significa viver com uma consciência culpada?”1

Sexta-feira, 07 de fevereiro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Daniel. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 499, jan. fev. mar. 2020. Adulto, Professor. 

Da arrogância à destruição

Lições da Bíblia

“É Ele quem muda o tempo e as estações, remove reis e estabelece reis; Ele dá sabedoria aos sábios e entendimento aos inteligentes” (Dn 2:21).

“Em Daniel 5, a Palavra de Deus apresenta um poderoso exemplo da arrogância humana que terminou de maneira impressionante e dramática. Embora Nabucodonosor tivesse levado muito tempo para aprender a lição, pelo menos ele a aprendeu. Já seu neto, Belsazar, não. Ao usar os utensílios do templo em uma orgia no palácio, o monarca os profanou. Esse ato de sacrilégio correspondia não apenas a uma contestação a Deus, mas a um ataque ao próprio Senhor. Assim, Belsazar encheu o cálice de suas iniquidades, agindo de maneira semelhante ao chifre pequeno (veja Daniel 8), que atacou os fundamentos do santuário de Deus. Ao remover o domínio de Belsazar, Deus prenunciou o que Ele fará contra os inimigos de Seu povo nos últimos dias. Os eventos narrados em Daniel 5 ocorreram em 539 a.C., na noite em que Babilônia caiu diante do exército medo-persa. Nessa ocasião, ocorreu a transição do ouro para a prata, predita em Daniel 2. Mais uma vez ficou evidente que Deus governa os assuntos do mundo.”1

Nesta semana iniciaremos o período dos Dez Dias de Oração e Resgate, de 6 a 15 de fevereiro. Ore e prepare-se para resgatar amigos.

Sábado, 01 de fevereiro de 2020. Saiba mais, faça um Curso Bíblico

_______________
1 LIÇÃO da Escola Sabatina. Daniel. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 499, jan. fev. mar. 2020. Adulto, Professor. 

Os atos do arrogante

Lições da Bíblia

“Assim como a humildade é positiva e traz bênçãos, a falta de humildade é perigosa e traz maldições. Depois de encorajar a virtude da humildade ao mostrar suas recompensas e frutos, Provérbios 30 faz uma severa advertência sobre os perigos que advêm do orgulho:”1

“6. Qual é o primeiro perigo mencionado por Agur, relacionado ao desrespeito aos pais?” “11 Há daqueles que amaldiçoam a seu pai e que não bendizem a sua mãe. […] 17 Os olhos de quem zomba do pai ou de quem despreza a obediência à sua mãe, corvos no ribeiro os arrancarão e pelos pintãos da águia serão comidos.” (Provérbios 30:11, 17 ARA)2. “Maldição e morte.”1

“Agur começa com o conceito de amaldiçoar os pais, pois ele representa o mais grave ato de arrogância: o de filhos desprezarem sua fonte de vida. É significativo que a prescrição para honrar e abençoar os pais é o único mandamento associado com a promessa de vida (Êx 20:12; Ef 6:2, 3), enquanto a pena de morte é prescrita para sua transgressão (Êx 21:15, 17).”1

“O segundo perigo é a justiça própria (Pv 20:12, 20). A condição de pecadores que se consideram justos é grave, porque eles permanecerão em seu pecado, achando que são puros e que não necessitam de perdão. É por isso que a confissão do pecado é tão fundamental para se obter o perdão (1Jo 1:9). Os laodiceanos, que afirmam ser ricos e inteligentes e estar bem vestidos (embora estejam inconscientes de que são pobres, cegos e nus), são aconselhados a adquirir de Deus os meios para reparar essa condição infeliz (Ap 3:14-18).”1

“‘Aqui está representado um povo que se orgulha na posse de conhecimento e vantagens espirituais. Não corresponderam, porém, às imerecidas bênçãos que Deus lhes tem concedido. Têm estado possuídos de rebelião, ingratidão e esquecimento de Deus, e contudo Ele os tem tratado como um pai amoroso e perdoador trata um filho ingrato e corrompido. Resistiram à Sua graça, abusaram de Seus privilégios, desprezaram Suas oportunidades, e têm-se satisfeito com descansar contentes, em lamentável ingratidão, vazio formalismo e hipócrita insinceridade’ (Ellen G. White, Fé e Obras, p. 83).”1

“O terceiro perigo é o desdém (Pv 30:13, 14). Não é bonito o quadro apresentado sobre os arrogantes. Embora tenham um olhar orgulhoso, a arrogância não fica somente nisso: é manifestada no desdém que revelam por aqueles que consideram estar abaixo do seu nível. A figura de ‘dentes’ e ‘queixais’ (Pv 30:14) mostra quanto são maus os atos deles.”1

“Pense na maneira como tem tratado a outros, particularmente aqueles em relação a quem você talvez se sinta superior. Como você pode endireitar isso e como pode demonstrar a humildade necessária para tanto?”

Quarta-feira, 18 de março de 2015 . Saiba mais, ouça o Comentário em áudio  da Lição da Escola Sabatina (LES) ou se preferir faça um Curso Bíblico.

__________________

1 LIÇÕES da escola sabatina. Provérbios. Tatuí: Casa Publicadora Brasileira, n. 479, Jan. Fev. Mar. 2015. Adulto, Professor.

2 BIBLIA. Português. Bíblia sagrada. Tradução João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada no Brasil. 2. ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.